A Espiritualidade da Semana Santa

Amados devotos da Mãe Aparecida, alegria e paz!

Após a caminhada de quarenta dias, com a celebração da entrada simples de Jesus em Jerusalém, damos início à Semana Santa. No itinerário quaresmal, nos preparamos para esses dias. Agora, mais íntimos do Senhor, uniremos os nossos sofrimentos ao sofrimento d’Ele.

Ao ser aclamado o Rei dos judeus, com vivas e hosanas, Jesus dá início à sua caminhada rumo ao calvário. Ele é o servo sofredor. A aclamação do povo não diminuiu o seu sofrimento, nem o tira do caminho da dor.

Seguir os passos do Mestre nestes dias penitenciais, darão a nós a oportunidade para fazermos uma revisão de vida, e ao mesmo tempo, essa revisão trará a cada um a oportunidade de recomeçar.

Como discípulos missionários do Senhor, não podemos deixar que o dom da profecia que recebemos no dia de nosso batismo seja esquecido. Bem sabemos que um dos fatores que levou Jesus à morte foi justamente o fato de que Ele não se deixou guiar pelos poderosos da época.

Todas as injustiças relacionadas aos poderes religiosos e políticos eram denunciadas por Jesus. São Paulo nos ensina: “Jesus Cristo, existindo em condição divina, não fez do ser igual a Deus uma usurpação, mas Ele esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo, e tornando-se igual aos homens” (Fl 2, 6-7).

No amor e na liberdade de Filho de Deus, Jesus esvazia-se de si, para encher-nos d’Ele mesmo. Tornando-se humano, faz-nos divinos.

É nessa perspectiva que convido a todos vocês, devotos da Mãe Aparecida, a entrarem nesta Semana Santa com o desejo de se desprender de tudo, para se encher de Deus, e deixar que o seu testemunho atinja o coração de tantos que estão afastados de Jesus.

Fizemos o nosso retiro espiritual quaresmal. Façamos agora a nossa caminhada rumo à Páscoa de Jesus, que é precedida pela Semana Santa e o Tríduo Pascal.

Que a entrada de Cristo em Jerusalém, seja a certeza do viver uma vida fiel ao Pai, que nos faz vencer o medo e a não desistir da missão que Deus nos confia, apesar de nossas fraquezas.

Aproveito a oportunidade para lhes desejar uma Feliz Semana Santa, uma Feliz Páscoa.

No Espírito de Jesus,

Pe. Márcio Felipe
Reitor do Santuário