Preocupação com a experiência de fé dos jovens é assunto de reflexão para bispos

A preocupação com a experiência de fé da juventude e os caminhos que ela escolhe como opção de vida foi tema da fala de Dom Vilson Basso, durante a coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira (17), sétimo dia da 56ª Assembleia Geral da CNBB.

“A Igreja quer oferecer a oportunidade de uma experiência de Deus e que os jovens possam se encontrar com a pessoa de Jesus”, disse o bispo que é presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude (CEPJ).

Segundo Dom Vilson, somente a partir da experiência de Deus os jovens podem fazer a sua adesão ao projeto de vida de Jesus e serem “evangelizadores e anunciadores” de sua Boa Nova.

“Acredito que aí está o coração e o segredo de todo trabalho com a juventude: oportunizar um encontro decisivo com a pessoa de Jesus e aí sim, termos jovens apaixonados e missionários que esparramem a boa notícia em todos os areópagos modernos”, enfatizou o bispo.

Dom Vilson comentou ainda a preparação para o Sínodo dos Jovens, que ocorre em outubro, e tem como tema ‘Os jovens, a fé e o discernimento vocacional’.

“Vivemos um tempo especial, um tempo de graça, é tempo de preparação para o Sínodo dos Bispos”, assinalou. “É um tempo de graças porque coloca os jovens no centro de atenção da nossa Igreja. Isso é inédito, isso é bonito e é tempo de graça para os jovens do nosso país e do mundo”, completou o bispo.

Dom Vilson lembra que o Papa Francisco pede que se ouçam os jovens e os levem a sério.“O Sínodo é esta oportunidade de escutar a juventude e de levá-la a sério e abrir novos caminhos e possibilidades de evangelização”.

O bispo apresentou ainda o livro ‘Deus é Amor’, que traz a visão do Papa Francisco a respeito de grandes temas da atualidade para os jovens.

Fonte: a12.com